quinta-feira, agosto 12

É aqui, o lugar onde me encontro...




  Do mirante que atravessa o Velho Chico, eu posso ver a ponte que divide dois estados (BA/PE) e, por trás dela, vejo o nascer do sol.
De tão belo que é o nascer do sol a iluminar as águas do Velho Chico, penso que seja o cenário mais perfeito do mundo.
Por baixo daqueles raios, águas calmas avançam silenciosamente em direção ao mar. É ai que me encontro e, descubro o porquê da minha identificação com o Rio São Francisco. Embora, tenha nascido em plena capital paulista, não me encontro confortável em meio ao agitado e poluído trânsito de São Paulo.
Talvez, por esse motivo, depois dos 11 anos de idade, eu não tenha conseguido passar em São Paulo, mais do que poucas horas à espera de um próximo vôo em seus aeroportos.
Gosto mesmo é de ouvir o canto dos pássaros que acordam junto comigo.
Gosto mais ainda, é de saber o quanto me pareço com o Velho Chico:
“Posso até me agitar, ás vezes, mas a minha agitação é sempre silenciosa. Posso saltar de uma cascata, cair inteira para, em seguida, abraçar o mar”!
Visitar o Velho Chico bem cedinho, quando o sol está a iluminá-lo é mais do que vislumbrar uma bela paisagem, é mais ainda, assistir a uma parte de mim que corre através das águas do mais forte e resistente rio desse país, chamado Brasil.

Célia Regina Carvalho

4 comentários:

  1. É Célia... não conheço o Velho Chico. Mas você fala com uma ternura tão grande que, tenho certeza, não há lugar melhor para se estar.

    Tenho uma amiga que também mora as margens do Velho Chico. E o amor pelo rio também é enorme. A ponto de desenvolver um projeto cultural, que caminhará por toda a extensão do rio, coletando histórias dos moradores. Amores no Velho Chico.

    Quem sabe, vocês ainda não trocarão umas figurinhas.

    Abraços
    (PS - tô com inveja. Eu tô às Margens do Rio Pinheiros! rsrs)

    ResponderExcluir
  2. Oi, Sidney... Nossa! Às margens do Pinheiros...? rsrs
    Então... vem conhecer o Velho Chico, "meu"...rsrs
    Sobre a sua amiga, já vi que teremos mesmo muitas figurinhas a trocar, pois já estive a viajar por todo o Rio São Francisco para produzir um filme documentário. Que tal?
    Um bju

    ResponderExcluir
  3. massa é o seu também. adorei aqui. vc escreve bonito. é isso que eu questiono na net. se vc, eu, e mais um bando de gente escreve direito e sem copiar de lugar nenhum, pq a gente tem que aturar os que não fazem como a gente. tem cada absurdo, que dói.

    bj. obrigada.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita.