sábado, fevereiro 19

Atitudes de Águia





Sabe aqueles momentos dolorosos em que parece que todos querem lhe tirar o sangue e os sacrifícios são tantos que parecem insuportáveis?
Geralmente nestes momentos, quando parece que não iremos mais aguentar começamos a nos perguntar sobre o porquê de tanto sofrimento, ou o porquê de tantas dificuldades.

Se você já passou ou está passando por estas perguntas, vou responder a essa pergunta com outra pergunta:

Você sabe por que a águia é considerada um animal nobre e símbolo de sucesso?

A águia é uma ave que está sempre voando em altas altitudes, nunca se viu uma águia rastejando no solo, com visão privilegiada é uma caçadora nata e sempre ataca sua presa num voo rápido e certeiro em alta velocidade. Quando vai caçar a águia desce imensas alturas em um voo rasante de alta velocidade e apesar disso nunca erra seu alvo. Ela não se contenta em comer restos e muito menos em procurar seu alimento varrendo o chão. A águia caça alimento vivo e fresco com a precisão de um míssil. Possui visão aguçada e garras afiadas para ir à busca do que quiser comer.

A águia é um dos animais que possuem mais longevidade, sua vida média é de aproximadamente 70 anos, porém, até para morrer a águia se porta com nobreza, pois jamais se viu um cadáver dessa ave no chão. Quando ela percebe que chegou o seu fim, ela voa o mais alto que pode, procura o pico mais alto que possa alcançar e lá fica até morrer.

Por isso essa ave sempre é associada com imagens de líderes vencedores e campeões. Todos querem ser águias, todos se impressionam com a nobreza, o porte e a beleza dessa caçadora vencedora.

Mas o que poucos sabem, é que a águia quando atinge a metade de sua vida tem que tomar uma decisão muito difícil, algo que poucos seres vivos estariam dispostos a fazer.

Por volta dos 35 anos de idade suas penas se tornam pesadas pela gordura do seu corpo, suas garras começam a ficar fracas e seu bico pouco afiado.

Então a águia é obrigada a tomar a decisão mais difícil de sua vida: ou ela para de voar, se sujeita a ser uma simples ave que vive no chão, alimentando-se de restos, migalhas, lixo, e morre, ou ela passa pelo processo que somente as outras “águias” suportaram passar.

A difícil decisão então é tomada e ela se retira para um lugar bem alto e lá ela própria passa a arrancar todas as suas penas, em seguida ela arranca sua unhas e depois passa a bater com seu bico em uma pedra até que ele também caia.

Esse processo de auto sacrifício é extremamente solitário e requer muita coragem da águia, pois lhe gera muito sofrimento, porém, após algumas semanas de dor, novas penas nascem, garras novas e mais afiadas novamente crescem e também o seu bico se regenera tornando-se mais afiado do que nunca para a caça.

Depois de alguns meses de dor, é assim que a águia novamente ressurge pronta para mais 35 anos de caçadas, de voos altas, totalmente altiva, livre e independente, apta a viver somente em grandes altitudes e a ser um dos animais de maior porte de nobreza na natureza, símbolo de sucesso, de poder e de respeito.

A história da águia serve para mostrar que muitas pessoas admiram e invejam líderes e vencedores que alcançam altos postos, alcançam grandes realizações, grandes sucessos na sua vida pessoal ou profissional, todos querem ser como as pessoas que se destacam no mundo dos esportes, no mundo das artes, no mundo dos negócios, e todas as demais esferas da vida humana.

Todos querem ser águias, mas poucos têm a coragem e a ousadia de pensarem como águias, de tomarem a decisão de águias e de se sacrificarem como águias.

Então, se por causa de seus sonhos, ou de um ideal, ou de um projeto, você está passando por situações que parece que não vai suportar, se está passando por momentos dolorosos em que parece que estão lhe arrancando as penas, as garras, o seu sangue... Se estiver solitário e isolado... Se isto está lhe acontecendo, é porque você é ÁGUIA, e está passando pelo sacrifício da águia.

Isso significa que você nasceu pra ser grande, você nasceu pra ser vencedor e pra fazer a diferença, então suporte o “sacrifício da águia” altivo, de cabeça erguida, com coragem, porte-se como águia e não desista de seus sonhos, provavelmente você está prestes a voar muito alto, como só as ÁGUIAS podem fazer!

Porém as pessoas perguntam por que algumas pessoas têm sucesso e outras não, embora todos queiram alcançar seus objetivos.

Utilizei a história da águia para mostrar que a grande realidade é que poucos têm conseguido realizar seus sonhos, pois a maioria faz o que todo mundo faz e apenas uma minoria procura fazer o sacrifício necessário para ser grande e voar alto. Fazer sacrifícios geralmente é interpretado como algo doloroso demais e uma grande loucura ou perda de tempo para a maioria das pessoas, porém é um processo de aprendizado e aperfeiçoamento que todos os grandes entre os grandes costumam suportar. Observe que a águia não voa em bandos e não faz o quê a maioria dos animais faz. A águia voa sozinha, tem qualidades, resultados e vantagens que mais nenhum animal tem, mas paga o preço necessário para isso.

Por isso é que poucos têm conseguido realizar seus sonhos “grandes”, pois a maioria faz o que todo mundo faz e apenas uma minoria aceita fazer o “sacrifício da águia” para ser grande e voar alto. Fazer sacrifícios geralmente é interpretado como algo doloroso demais e uma grande loucura ou perda de tempo para a maioria das pessoas, porém é um processo de aprendizado e aperfeiçoamento que todos os grandes entre os grandes costumam suportar.

Se isto está lhe acontecendo, Desconfie... Provavelmente você é ÁGUIA, então porte-se como águia e voe muito alto como só as ÁGUIAS podem fazer!

Tenha um Bom Dia HOJE
 
Por Andréia Damasceno

4 comentários:

  1. Olá,

    Muito bom o texto. Para acrescentar, quero dizer que uma vez conheci um rapaz americano que sabia tudo sobre águias e ele me contou que as águias também têm uma particularidade que poucos animais têm: as águias só têm um parceiro na vida. O casal vive junto até que a morte os separe.

    bjs

    ResponderExcluir
  2. é isso ai, Célia. No I Ching também dizem que "em tempos de tempestade, os pescadores aproveitam para reparar suas redes". Mais ou menos isso. A memória fotográfica ou exata não é um dos meus talentos rsrs As vezes, nem a memória mais ou menos.

    Mas como eu estava dizendo, todos nós deveríamos ter, até por obrigação, esse recolhimento cíclico. E doloroso, certamente. É o aperfeiçoamento do ser. É a oportunidade para as novas descobertas e para tomar conhecimento da própria alma.

    Não sei se seria uma águia. Mas sei que sempre fui um teimoso guerreiro, para quem, perder ou ganhar não faz a menor diferença. O que importa é a convicção com que se entra em cada batalha. E o quanto resta dela, quando saímos. Vitoriosos ou não.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi, Leila... Pudera, com a visão privilegiada que tem, a águia certamente saberá escolher um (a) parceiro (a) que sirva para toda a sua vida. Talvez... O s erros constantes causadores da separação entre casais, sejam mesmo por falta de uma visão mais ampla da vida e das pessoas. Um bju

    ResponderExcluir
  4. Bela postagem! É um texto lindo e edificante. Me remeteu a Leonardo Boff. Posso dizer que já tive meu momento de águia nesta vida. Contudo, ele só é possível quando você coloca tudo nas mãos de Deus. Só Ele nos permite fazer o voo rasante e voltar ao cume. Parabéns por mais este texto espetacular! Abraços de Flor do Campo (emocionada).

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita.