terça-feira, julho 27

Se...




Se eu não te amasse com todas as forças que existem em mim...
Se eu não explodisse de tanta saudade contida no peito...
Se eu não pudesse dizer o quanto te amo...
Se não me permitisse extravasar todo amor que sinto por ti...
Se eu não conseguisse chorar só um pouquinho de saudade
Se não dominasse a dor que me causa a tua ausência...
E, se não pudesse me zangar de verdade...
Assim...
Não seria eu!

Eu não seria sem o teu amor
Não teria sem a tua paz
Não viveria sem o bem que a tua existência me traz...
Sou um pouco de mim
Muito de ti
Sou só saudade
Sou só paixão
Sou só amor...
Assim...
Sou eu!

Se assim, eu não o for...
Tu também não serás!


4 comentários:

  1. Oh, amor!

    Amor, que prende a faz sofrer...

    Lena

    ResponderExcluir
  2. Bonito, Célia! Obigada pelos gentis comentários, sempre! Beijos,

    ResponderExcluir
  3. Tenório: um amigo.29 de julho de 2010 07:23

    "Beco tem seus mistérios
    Prá quem não sabe a saída
    Prefiro viver vagando
    Perdido nas avenidas
    Sem rumo sem paradeiro
    O sol como companheiro
    A lua como amiga
    Sei que a saudade castiga
    Mas, também anda perdida
    Espirando poesia
    E vai ser minha companhia
    Até encontrar Célia
    Pelas estradas da vida"...

    ResponderExcluir
  4. Adorei...rs....o amor é um dos meus temas favoritos,talvez seja o favorito deles..rss
    Bjs
    Precisamos trocar umas ideias, ta´bom?
    Ate mais!

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita.